Simba Safari - Sopa Lodges

Dez18 a Dezembro 2020 - Tanzânia - 9 Dias / 13 Ref - Kilimanjaro / Arusha / Lago Manyara / Serengeti / Ngorongoro / Taranguire
Desde 3110.00 € (+ Taxas)

PDF


Itinerário

1º Dia SA – LISBOA / KILIMANJARO / ARUSHA
Comparência no aeroporto 2 horas antes da partida do voo indicado. Formalidades de embarque e partida com destino a Kilimanjaro, via cidade(s) de conexão. Chegada, assistência do nosso agente local e transfer a Arusha, uma vibrante cidade situada no sopé do Mount Meru. Alojamento.
 
2º Dia PC – ARUSHA / LAGO MANYARA
Pequeno-almoço. Manhã livre. Realização de um briefing sobre o safari e almoço. De tarde, saída em veículo 4x4 (capacidade máxima de 7 pessoas) pela estepe Masai, passando por pitorescas aldeias africanas bem como por plantações de milho, café e banana. Ao chegar à cidade de Makuyuni, continuação de viagem em direção a noroeste através de uma escarpa de grande beleza paisagística. Chegada ao lodge, situado nas proximidades do Vale do Rift e com vistas privilegiadas do Lago Manyara. Alojamento em regime de pensão completa.
 
3º Dia PC – LAGO MANYARA / PARQUE NACIONAL DE SERENGETI
Pequeno-almoço e saída em safari no Parque Nacional do Lago Manyara com regresso ao lodge para almoço. A viagem continua ao longo de uma zona rural montanhosa com destino à área de conservação ambiental de Ngorongoro. A partir daqui, entre nas vastas planícies do Serengeti e tenha a sua primeira experiência de safari no percurso até ao lodge. Chegada e alojamento em regime de pensão completa. 
 
4º Dia PC – SERENGETI
Para quem viveu em África, Serengeti é um lugar mítico ao qual se associam inúmeras caçadas. Esta “planície sem fim”, significado do nome em Masai, está situada num planalto entre Ngorongoro e a fronteira entre o Quénia e a Tanzânia. O parque, excelente habitat natural para diversas espécies de aves, mamíferos e répteis, é um dos locais onde pode observar as tradicionais rotas migratórias dos gnus. Siga as pegadas e sinta o cheiro desta terra em dois safaris - ao nascer do dia e ao final da tarde. Estadia em regime de pensão completa.
 
5º Dia PC – SERENGETI – NGORONGORO  
Pequeno-almoço. Realização de um safari a caminho de Ngorongoro. No percurso através das vastas planícies do Serengenti, paragem para almoço em bolsa de piquenique. A área de conservação de Ngorongoro tem mais de 8000 km2 e é composta por florestas, lagos e dunas. Antes de chegar ao lodge, visita de uma aldeia Masai. Alojamento em regime de pensão completa.
 
6º Dia PC – NGORONGORO  
Ao acordar, lembre-se que se encontra alojado junto ao maior “jardim zoológico” de vida selvagem. Depois do pequeno-almoço, saída até à famosa cratera vulcânica de Ngorongoro. Há cerca de 8 milhões de anos, o cone do vulcão que aqui estava ativo desmoronou-se e deu origem a uma caldeira que chega a atingir os 610 metros de altura e 260 km de largura. É aqui que habitam mais de 25 mil animais, tais como zebras, leopardos, chitas, elefantes, búfalos, antílopes, flamingos e outras espécies de aves. Almoço em bolsa de piquenique. Continuação do safari à descoberta dos múltiplos encantos de Ngorongoro. Regresso ao lodge. Alojamento em regime de pensão completa. 
 
7º Dia PC – NGORONGORO – TARANGIRE  
Pequeno-almoço e partida para o Parque Nacional de Tarangire, passando pela povoação de Mto wa Mbu e pela área de Karatu. Almoço no lodge e saída em safari fotográfico durante a tarde. Tarangire tem mais espécies de aves do que qualquer outro habitat no mundo e é a “casa” de uma das maiores concentrações de elefantes em África. Com 2.600 km2 de área, o parque proporciona uma experiência memorável ao ficar na rota migratória de várias espécies de vida selvagem. Alojamento em regime de pensão completa.
 
8º/9º Dia MP – TARANGIRE – ARUSHA – KILIMANJARO /... / LISBOA
Pequeno-almoço no lodge e partida com destino a Arusha. Almoço e transfer para o aeroporto de Kilimanjaro. Formalidades de embarque e partida com destino a Lisboa, via cidades de conexão. Refeições e noite a bordo. Chegada a Lisboa no dia seguinte – 9º dia.
 
Fim dos nossos serviços.
 
 


Notas

Possibilidade de extensão a Zanzibar.
 
Serviços em base regular/partilhado com guias/ rangers locais em inglês
Mínimo 2 participantes
 
NOTAS IMPORTANTES: 
 
SAFARIS EM SERVIÇO REGULAR 
Safaris efetuados com mais participantes, até a um máximo de 7 lugares por veículo, em datas de partida específicas, conforme os lodges escolhidos e de acordo com o percurso indicado. O motorista-guia é de língua inglesa. Crianças com menos de 7 anos não são permitidas. As bagagens transportadas durante o safari não deverão ser rígidas nem exceder os 15kg por peça.
 
TENTED CAMPS
Oferecem os mesmos serviços de um safari lodge: receção, área de convívio, restaurante/bar e piscina (salvo algumas exceções). 
A diferença reside nos quartos, os quais poderão ser, em alguns casos, tendas especiais de tela com tetos exteriores. Todavia, o alojamento está dotado de todo o conforto e conta com casa de banho privativa com água quente. 
 
VISTO NÃO INCLUÍDO 
É necessário visto de entrada no país, o qual se pode obter online ou no aeroporto à chegada e mediante pagamento de 50 USD por passageiro (valor orientativo). Recomendamos que o visto seja obtido online (www.immigration.go.tz) para evitar um procedimento complexo e moroso com passagem por diferentes filas de espera. 
Note que, dependendo do tipo de bilhete de avião, poderá ter também de pagar uma taxa aeroportuária à saída da Tanzânia ou entre Zanzibar e o continente (cerca de 30 USD e 5 USD, respetivamente, embora os preços possam sofrer alterações). Tenha alguns dólares americanos em notas consigo, uma vez que, em geral, não são aceites outras moedas ou cartões de crédito.
 
SAÚDE 
A vacinação contra a febre-amarela é obrigatória para quem provem de e/ou viajou recentemente para um país com o risco da mesma.
Para mais informações, consulte o link das autoridades da Tanzânia: http://www.taa.go.tz/index.php/traveller-guides/health-requirements
**Uma vez que as prevenções sanitárias são fatores em constante mutação, deve, atempadamente, dirigir-se ao seu médico de família ou à consulta do viajante (onde disponível) para atualizar esta informação e, sobretudo, obter aconselhamento e prescrição por um técnico de saúde competente.